Menu

Web Radio Eclética Sound

Apple Music x Spotify: qual é o melhor serviço de streaming de música?

30 JUL 2015
30 de Julho de 2015


O Apple Music chegou hoje (30) aos aparelhos de centenas de países, incluindo o Brasil. O novo serviço de streaming de música entra num mercado acirrado, que já conta com Deezer, Pandora, Rdio, Tidal e, principalmente, Spotify, o líder do mercado, apostando numa nova roupagem e na tradição da marca da maçã no ramo tecnológico.

Mas será que vale a pena migrar do Spotify para o Apple Music? Para tirar essa dúvida, comparamos algumas das principais características dos dois serviços para que você decida o aplicativo certo para as suas necessidades musicais. Confira:

Serviço gratuito 

Enquanto o Spotify permite que os usuários ouçam as músicas do catálogo gratuitamente (tendo apenas que lidar com os muitos comerciais), o Apple Music não dará a mesma colher de chá. Quem não se permitir pagar a mensalidade terá acesso a recursos bastante limitados no serviço de streaming da maçã, podendo apenas acompanhar (pode seguir, mas não ouvir) as páginas dos seus artistas favoritos e curtir apenas as músicas da Rádio Beats, montadas pelo próprio AM.

Quem vence: Spotify

Preço da mensalidade

O plano individual do Apple Music sai por US$ 4,99 (cerca de R$ 15). Se o usuário optar pelo plano família, que inclui até seis contas diferentes, pagará US$ 7,99 (pouco mais de R$ 24) por mês. Contando apenas com conta única, a assinatura do Spotify custa algumas moedas a menos: R$ 14,90.

Quem vence: Spotify (apertado)

Catálogo

Com a imensa biblioteca de músicas do iTunes à disposição, a Apple não poderia falhar na variedade. E realmente não ficou para trás do concorrente. Assim como o Spotify, o Apple Music tem mais de 30 milhões de faixas - as músicas compradas pelos usuário anteriormente estarão disponíveis automaticamente para audição no aplicativo. Além disso, o novo serviço ainda conta com todos os discos de Taylor Swift, que retirou seus álbuns do Spotify no ano passado reclamando de baixa remuneração.

Quem vence: Apple Music

Rádio

A Apple Music aposta boa parte das suas fichas na Radio Beats, disponível até mesmo para não assinantes. Quanto às outras estações online, o novo serviço pouco difere do Spotify: são diversos gêneros selecionados – e quem não se sentir contemplado ainda poderá fazer as suas próprias playlists com discos e artistas preferidos. A ideia é que você não fique muito tempo esperando por uma música que você goste.

Quem vence: empate

Qualidade do som

A versão premmium do Spotify conta com alta qualidade de som: 320kbps. A versão paga do Apple Music sai um pouco atrás, podendo chegar até a 256kbps. A versão gratuita do Spotify roda músicas em 160 kbps.

Quem vence: Spotify

Conectividade

A Apple Music chega com um recurso interessante, o Connect. Por lá, artistas poderão se comunicar com os seus fãs com vídeos, textos e músicas que não deverão ser vistos em outras mídias. No Spotify, as páginas dos artistas contém apenas os álbuns e singles relacionados, carecendo de conteúdo exclusivo.

Quem vence: Apple Music

Voltar